Mundo Jurídico Política em Foco Últimas

Para o presidente do TRE/MT a Reforma Eleitoral ainda é “muito tímida” e precisa de participação do povo

Para o presidente do Tribunal Regional Eleitoral, desembargador Márcio Vidal, as propostas de reforma eleitoral apresentadas até o momento podem ser definidas como “muito tímidas”.

Presidente do TRE, desembargador Márcio Vidal diz que que punir sem coibir é enxugar gelo. (Foto: Gilberto Leite).

 

Em entrevista concedida ao , Vidal comenta que o próprio TRE-MT já enviou ao Tribunal Superior Eleitoral e ao Congresso sugestões de adequação ao sistema político brasileiro.

“Porque entendemos que de nada adianta só punir se não tivermos um instrumento eficaz de obstar que práticas desse tipo venham a acontecer novamente”, pondera.

O desembargador entende que punir sem criar mecanismos para coibir “é como se tivesse enxugando gelo”.

Neste ponto, destaca a participação popular como essencial para participar da discussão e cita como exemplo a intensa interação registrada no âmbito da Lei da Ficha Limpa.

“Se não fosse a iniciativa da sociedade, não teríamos essa lei. A Constituição brasileira oferece esse mecanismo e o cidadão eleitor precisa exercê-lo e este é o momento. Tem que participar através das redes sociais, tem que discutir, o tema tem que estar na mesa de todos, seja de faculdade, colégios, empresas, em qualquer espaço onde estivermos em grupos, acho que tem que discutir”, defende.

Vidal acrescenta que a política deve ser de interesse de todos, pois não há ninguém que não seja afetado diretamente por atos e ações políticas, de modo que a sociedade possa “retomar as rédeas” deste segmento.

“Porque é o eleitor quem deve decidir qual é a sociedade e o modelo de estado que queremos, quais as ações que os governos devem ter e não se submeter a eles”.

Financiamento de campanha

O que é necessário, em termos de gastos, para o aprimoramento da democracia?, questiona desembargador sobre gastos em campanha 

Com relação às alterações do financiamento de campanha, o presidente do TRE considera o tema bastante delicado e se questiona por várias vezes: Qual o valor de uma campanha?

“O que é necessário, em termos de gastos, para o aprimoramento da democracia? Ou seja, como é que eu vou ter o financiamento de uma campanha para colocar o meu nome e as minhas ideias à disposição do cidadão? Muito se discute sobre formas, se é público, privado ou misto, mas não se discute qual é o custo necessário e que seja de forma igual para todos”, analisa.

Neste contexto, defende a implementação de um sistema de controle. Comenta que foi sugerida a criação de um fundo da democracia, no qual, com participação do setor privado de forma limitada, e do público, o recurso seria gerenciado pelo TSE.

Por fim, Vidal reitera seu posicionamento de que a sociedade deve participar mais ativamente dos debates.

“Eu não vejo, ainda, a participação da sociedade. A sociedade é que teria que opinar qual seria o melhor critério. Se deixar por conta deles, eles vão fazer do jeito que eles acham que lhes convêm e nós vamos continuar cada ano, cada eleição, a apontar alguns equívocos aqui e acolá. Isso implica que nós não vamos mudar. […] Acho que primeiro de tudo, antes de saber o método, precisaria discutir o custo”.

Caixa 2

Questionado se é viável acabar com a prática de caixa 2, o presidente do TRE responde que “é possível” e cita os aplicativos de denúncia oferecidos pelo TRE, tais como o Pardal e o Caixa 1.

“Para isso é importante que o cidadão eleitor, que é o grande protagonista da democracia, atue. Em eleições passadas o Pardal já culminou em vários processos de cassação”.

FONTE:  http://www.rdnews.com.br/

Deixe seu comentário abaixo e compartilhe, via Facebook ou Whatsapp!

O que achou desta notícia?
Deixe aqui sua opinião!

 

 

SEJA UM "REPÓRTER CIDADÃO"

Vários vídeos, matérias e denúncias são enviados diariamente a nossa redação pelos leitores do MATO GROSSO AO VIVO.

Se a imprensa de seu município ou Estado não noticia reportagens sobre corrupção, envolvimento de pessoas ou autoridades em crimes, abusos ou de qualquer outra natureza que seja de interesse público?

Mande sua pauta que nós publicamos!

Pode ser pelo e-mail: matogrossoaovivo@gmail.com ou pelo WhatsApp da Redação: (66) 9.8412 - 5210.

Envie fatos com imagens, comprovação, documentos, processos, que a gente apura e publica.

____________________________________________________

GIRO SOCIAL | MATO GROSSO AO VIVO

DIVINA PIZZA

ALAMBIQUE

ALAMBIQUE (31/09) - REPLAY - Festa Flash Back

ROTA 208

Deixe seu comentário ao final da página e compartilhe, via Facebook e WhatsApp

Danny Bueno

Especializado em Jornalismo Político e Investigativo. Está radicado nos Estados de Mato Grosso e Rondônia, construiu carreira, desde 1991, trabalhando para sites, jornais e emissoras de TV de Mato Grosso e Rondônia. É assessor de imprensa, é roteirista, músico, produtor de eventos, compositor, editor de conteúdo, relações públicas, analista político e de marketing social. É filiado à ABRAJI - Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo.
(http://portaldosjornalistas.com.br/jornalista/danny-bueno)

Adicionar comentário

Click here to post a comment

Deixe aqui seu comentário!

CAMPANHA MT AO VIVO CONTRA OS MAUS TRATOS DE ANIMAIS

PERGUNTINHA DO MÊS:

As chuvas fortes provocam cada vez mais alagamentos e transtornos aos moradores e empresas de Alta Floresta, devido a falta de investimento no saneamento, você considera que o descaso, abandono a falta de responsabilidade pelos problemas nunca solucionados provocados pela chuva seja de qual setor do poder público?

A) - Prefeitura

B) - Câmara de vereadores

C)- Deputados estaduais

D) - Deputados federais

E) - Ministério Público

ANÚNCIOS & PUBLICIDADES

ÚLTIMAS DO TWITTER

ANÚNCIOS & PUBLICIDADES

COTAÇÃO DO DÓLAR & EURO

MEGA-SENA – ÚLTIMO RESULTADO:

Mega Sena
Fonte: Caixa Econômica
Boa Sorte

VÍDEOS EM DESTAQUE NAS REDES

error: Conteúdo Protegido ! © Todos os direitos reservados a MatoGrossoAoVivo e suas fontes expressamente citadas.
    /* ]]> */