Economia Notícias do Estado Últimas

Secretário diz que governo de Mato Grosso admite intenção de aumentar impostos

O secretário estadual de Fazenda, Gustavo Oliveira, revelou que o Governo do Estado não descarta a possibilidade de aumentar impostos como o ICMS para equilibrar as contas públicas.

Apesar de admitir a possibilidade, Gustavo afirma que o Executivo trabalha para evitar o aumento de impostos. Por isso, a medida deve ser adotada quando todas as alternativas estiverem esgotadas.

 

A medida seria tomada para conseguir “dinheiro novo” para áreas deficitárias como a saúde, que enfrenta dificuldades de financiamento e chegou a acumular dívida de R$ 162 milhões.

“Aumentar impostos tem reflexo para todo mundo. Tem reflexo para o transportador, para as prefeituras, para os órgãos públicos. Em geral, não é uma medida desejada, mas se esse for o caminho para manter serviços de saúde, depois dos ajustes nas contas públicas e dos cortes, vamos debater com a sociedade”, declarou Gustavo, em entrevista à Rádio Capital FM, na manhã desta segunda (24).

O eventual aumento de impostos seguiria o exemplo do governo federal. Na semana passada foi anunciada a elevação do PIS COFINS que incide sobre os combustíveis justamente com a justificativa de equilibrar as contas públicas.

Gustavo ainda afirma que a sociedade precisará decidir que ser cortes nos serviços de saúde ou contribuir com mais recursos para garantir o funcionamento do setor. No entanto, ainda classifica como indesejado qualquer aumento de impostos.

“A análise que nós fazemos é que realmente qualquer medida de aumento de impostos nesse momento traz um aumento de custos indesejados. A sociedade quer um corte nos serviços de saúde ou quer mais recursos emergencialmente para fazer esses serviços funcionarem?”, questionou o secretário sem deixar de lembrar que o Governo do Estado está buscando ajuda da União para financiar o setor.

Além disso, Gustavo lembra que uma das alternativas em debate para angariar novos recursos é o aumento de R$ 0,11 no Fethab cobrado sobre o óleo diesel. De acordo com a Assembleia, o reajuste garantiria mais R$ 300 milhões ao ano para financiar a saúde.

Segundo Gustavo, esse reajuste seria a CPMF do Estado. Ressalta também que a decisão não está tomada e que o governador Pedro Taques (PSDB) está ouvindo a sociedade e priorizando os cortes de gastos em todas as áreas da gestão estadual.

“Existe essa proposta da Assembleia de aumentar o ICMS ou o Fethab sobre os combustíveis, que agora já estão onerados por conta da decisão do governo federal, para fazer financiamento especial e eventual para saúde. Seria nossa CPMF aqui no Estado. Um recurso tributário carimbado para ir para área da saúde. A decisão ainda não esta tomada”, concluiu Gustavo, enfatizando que medida não será tomada de forma unilateral pelo Executivo e depende da aprovação da Assembleia.

Deixe seu comentário abaixo e compartilhe, via Facebook ou Whatsapp!

O que achou desta notícia?
Deixe aqui sua opinião!

 

 

SEJA UM "REPÓRTER CIDADÃO"

Vários vídeos, matérias e denúncias são enviados diariamente a nossa redação pelos leitores do MATO GROSSO AO VIVO.

Se a imprensa de seu município ou Estado não noticia reportagens sobre corrupção, envolvimento de pessoas ou autoridades em crimes, abusos ou de qualquer outra natureza que seja de interesse público?

Mande sua pauta que nós publicamos!

Pode ser pelo e-mail: matogrossoaovivo@gmail.com ou pelo WhatsApp da Redação: (66) 9.8412 - 5210.

Envie fatos com imagens, comprovação, documentos, processos, que a gente apura e publica.

____________________________________________________

GIRO SOCIAL | MATO GROSSO AO VIVO

DIVINA PIZZA

ALAMBIQUE

ALAMBIQUE (31/09) - REPLAY - Festa Flash Back

ROTA 208

Deixe seu comentário ao final da página e compartilhe, via Facebook e WhatsApp

Danny Bueno

Especializado em Jornalismo Político e Investigativo. Está radicado nos Estados de Mato Grosso e Rondônia, construiu carreira, desde 1991, trabalhando para sites, jornais e emissoras de TV de Mato Grosso e Rondônia. É assessor de imprensa, é roteirista, músico, produtor de eventos, compositor, editor de conteúdo, relações públicas, analista político e de marketing social. É filiado à ABRAJI - Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo.
(http://portaldosjornalistas.com.br/jornalista/danny-bueno)

Adicionar comentário

Click here to post a comment

Deixe aqui seu comentário!

COLUNISTA | DANNY BUENO

PERGUNTINHA DO MÊS:

As chuvas fortes provocam cada vez mais alagamentos e transtornos aos moradores e empresas de Alta Floresta, devido a falta de investimento no saneamento, você considera que o descaso, abandono a falta de responsabilidade pelos problemas nunca solucionados provocados pela chuva seja de qual setor do poder público?

A) - Prefeitura

B) - Câmara de vereadores

C)- Deputados estaduais

D) - Deputados federais

E) - Ministério Público

ANÚNCIOS & PUBLICIDADES

ÚLTIMAS DO TWITTER

ANÚNCIOS & PUBLICIDADES

COTAÇÃO DO DÓLAR & EURO

MEGA-SENA – ÚLTIMO RESULTADO:

Mega Sena
Fonte: Caixa Econômica
Boa Sorte

Produção Fotográfica

VÍDEOS EM DESTAQUE NAS REDES

error: Conteúdo Protegido ! © Todos os direitos reservados a MatoGrossoAoVivo e suas fontes expressamente citadas.
    /* ]]> */