Página Inicial / Brasil / 4 toneladas de ouro brasileiro levado por navio nazista é encontrado no litoral da Islândia

4 toneladas de ouro brasileiro levado por navio nazista é encontrado no litoral da Islândia

Um navio nazista carregado de ouro proveniente do Brasil, afundado em 1939, foi encontrado perto do litoral da Islândia.

Um navio nazista carregado de ouro proveniente do Brasil, afundado em 1939, foi encontrado perto do litoral da Islândia.

Mindennavio alemão afundado em setembro de 1939, teria sido identificado nas últimas semanas quase 80 anos após seu afundamento, a cerca de 190 km de distância do litoral islandês, graças as atividades da empresa britânica especializada em recuperação de navios afundados “Advanced Marine Services”.

Ele estaria carregado com cerca de 4 toneladas de ouro, por um valor de cerca de 110 milhões de euros (cerca de R$ 407 milhões). O ouro tinha sido retirado do Banco Germânico, uma filial brasileira do banco alemão Dresden.

Quando estava se aproximando da Europa, o Minden foi identificado e abordado por cruzadores da marinha britânica HMS Calypso e HMS Dunedin. Adolf Hitler em pessoa ordenou ao capitão que afundasse o navio para não permitir que os britânicos obtivessem a carga. A tripulação do Minden foi resgatada pelo HMS Dunedin e levada para a base naval de Scapa Flow, nas Ilhas Órcades, um arquipélago no norte da Escócia.

Nem todos os historiadores concordam se o ouro ainda está a bordo do navio, mas as elevadas despesas já realizadas pela empresa para recuperar os restos do Minden seriam indícios da presença de algo muito valioso a bordo.

A Advanced Marine Services pretende recuperar o tesouro e levá-lo no Reino Unido. No entanto, os arqueólogos marinhos da empresa ainda não conseguiram avaliar se há realmente ouro na embarcação, já que não obtiveram a autorização para permanecer em águas territoriais da Islândia, conduzir pesquisas ou confiscar o conteúdo do navio submerso.

Por isso, uma batalha judicial para determinar quem irá ficar com o tesouro está sendo travada na pequena ilha europeia.

Quando há algumas semanas a guarda costeira islandesa perguntou à tripulação do Seabed Construtor, navio contratado para realizar a investigação, por que eles estavam lá, recebeu respostas vagas.

“Eles disseram que estavam procurando uma relíquia da Segunda Guerra Mundial, mas não afirmaram nada mais”, explicou Georg Lárusson, comandante da guarda costeira islandesa.

Agora as autoridades da Islândia terão determinar quem é o proprietário dos restos do Minden e, eventualmente, autorizar a Advanced Marine Services a leva-los à Grã-Bretanha.

Fonte: G1.com

REPÓRTER CIDADÃO

REPÓRTER CIDADÃO

Vários vídeos e matérias são enviados diariamente à nossa redação pelos leitores do MATO GROSSO AO VIVO.

Se a imprensa de seu município ou Estado não noticia reportagens sobre corrupção, envolvimento de autoridades em crimes? Mande sua pauta que nós publicamos.

Pode ser pelo e-mail: matogrossoaovivo@gmail.com ou pelo Whatsapp da redação: (66) 98412 – 5210.

Envie fatos com comprovação, documentos, processos, que a gente apura e publica.

Deixe seu comentário abaixo e compartilhe, via Facebook

Publicado por » REDAÇÃO DO SITE

Nossa equipe de jornalistas atualiza diariamente um resumo das principais notícias de Alta Floresta e região, de Mato Grosso, do Brasil e do mundo, para manter nosso leitores sempre bem informados.

Que tal ler esta?

Presença de abelhas aumenta a produção de soja e pesquisadores da Embrapa e apicultores tentam descobrir o motivo

Compartilhar com WhatsApp Um projeto de pesquisa sobre a plantação de soja envolvendo a polinização …

Deixe aqui seu comentário!

%d bloggers like this: