Página Inicial / Brasil / Temer exonera de uma só vez 10 ministro para garantir votação favorável na Câmara dos Deputados

Temer exonera de uma só vez 10 ministro para garantir votação favorável na Câmara dos Deputados

Articulação acontece sem qualquer pudor, mesmo com Planalto afirmando já ter os votos necessários na Câmara.

O Diário Oficial da União (DOU) desta quarta-feira, 2, traz a exoneração de dez ministros do Poder Executivo.

 

Todos com mandato de deputado federal, eles se licenciaram dos cargos para retornar à Câmara e votar pelo arquivamento da denúncia da Procuradoria-Geral da República contra o presidente Michel Temer. A sessão para votação da denúncia no plenário da Casa está acirrada neste momento.

Foram exonerados:

Antônio Imbassahy (Secretaria de Governo),

Mendonça Filho (Educação),

Bruno Araújo (Cidades),

Fernando Bezerra Coelho Filho (Minas e Energia),

Osmar Terra (Desenvolvimento Social);

Leonardo Picciani (Esporte),

José Sarney Filho (Meio Ambiente),

Ronaldo Nogueira (Trabalho),

Marx Beltrão (Turismo)

Mauricio Quintela (Transportes).

Depois da votação, eles reassumem as pastas. Ricardo Barros (Saúde) e Raul Jungmann (Defesa), que também têm mandato de deputado, não foram exonerados.

Apesar do Palácio do Planalto afirmar que já tem os votos necessários na Câmara, os ministros vão reforçar o placar a favor de Temer, que depende de apenas 172 apoios para engavetar o processo. A oposição, no entanto, precisa de, no mínimo, 342 votos para conseguir afastar o presidente. O governo tem evitado falar abertamente em números, mas auxiliares de Temer garantem que há pelo menos 250 votos a seu favor.

A exoneração dos ministros integra forte ofensiva de Temer nos últimos meses em busca de apoio para derrubar a denúncia. A estratégia inclui entrega de cargos, liberação de emendas parlamentares e atendimento a pleitos legislativos de determinados grupos.

Ontem, o presidente formalizou o lançamento do Refis do Funrural de olho na bancada ruralista, que tem o maior número de deputados indecisos, segundo levantamento feito pelo jornal O Estado de S. Paulo.

As articulações de Temer parecem funcionar. O presidente obteve até o auxílio de dois governadores do PT. O governador da Bahia, Rui Costa, exonerou dois secretários para retomar seus mandatos na Câmara e marcar abstenção na votação. Já o do Piauí, Wellington Dias, colaborou ao não exonerar uma secretária, deixando que o suplente dela na Casa vote a favor do presidente. Ainda na Bahia, Temer contou com ajuda do senador Otto Alencar, que preside o PSD no Estado. Crítico de Temer, Alencar liberou os cinco deputados baianos da sigla a votar como quiserem.

REPÓRTER CIDADÃO

REPÓRTER CIDADÃO

Vários vídeos, matérias e denúncias são enviados diariamente a nossa redação pelos leitores do MATO GROSSO AO VIVO.

Se a imprensa de seu município ou Estado não noticia reportagens sobre corrupção, envolvimento de pessoas ou autoridades em crimes, abusos ou de qualquer outra natureza que seja de interesse público?

Mande sua pauta que nós publicamos!

Pode ser pelo e-mail: matogrossoaovivo@gmail.com ou pelo Whatsapp da redação: (66) 98412 – 5210.

Envie fatos com imagens, comprovação, documentos, processos, que a gente apura e publica.

Deixe seu comentário abaixo e compartilhe, via Facebook

Publicado por » Danny Bueno

Especializado em Jornalismo Político e Investigativo. Está radicado nos Estados de Mato Grosso e Rondônia, construiu a carreira trabalhando para sites, jornais e emissoras de TV de Mato Grosso e Rondônia. É assessor de imprensa, é roteirista, músico, produtor de eventos, compositor, editor de conteúdo, relações públicas, analista político e de marketing social. É filiado à ABRAJI - Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo. (http://portaldosjornalistas.com.br/jornalista/danny-bueno)

Que tal ler esta?

Visita à Capital: Vereadora Cida volta de Brasília com novas aquisições para o município

Compartilhar com WhatsApp Bruno Felipe A vereadora Aparecida Scatambuli Sicuto (PSDB) juntamente com a prefeita …

Deixe aqui seu comentário!

%d bloggers like this: