Página Inicial / Notícias do Estado / Hospital Regional de Alta Floresta começa a atender apenas casos de Emergências

Hospital Regional de Alta Floresta começa a atender apenas casos de Emergências

A partir de amanhã, quinta-feira 9 de novembro, os serviços de prontos-socorros nos municípios de Alta Floresta e Colíder receberão os pacientes encaminhados, após serem classificados e regulados pelos Núcleos Internos de Regulação dos Hospitais Regionais.

Hospital Regional

 

Os primeiros atendimentos serão da responsabilidade das prefeituras locais, a quem compete o atendimento da atenção primária.

Apenas pacientes encaminhados por outros hospitais, ambulatórios de especialidades, Unidades Básicas e serviços de resgate serão atendidos na emergência dos Hospitais Regionais. Atualmente, as unidades funcionam dentro dos hospitais regionais das duas cidades.

O prazo foi definido por meio da Portaria nº 140 da Secretaria de Estado de Saúde (SES), que prorrogou em 90 dias o prazo fixado inicialmente a pedido dos prefeitos que pediram mais tempo para assumirem os atendimentos que devem ser referenciados pela atenção básica.

Com a medida, irá diminuir a superlotação nestes hospitais, que recebem usuários com pequenos machucados, febre, dores musculares, que deveriam ser atendidos na rede básica do município.Em Colíder, o diretor do hospital regional, Elisandro Nascimento, estima que nas horas de pico – início da manhã e final da tarde – entre 70% e 85% dos atendimentos são para usuários que poderiam ser atendidos na rede básica (Unidades básica da saúde, pronto-atendimento etc).

“O hospital atende a emergências do Corpo de Bombeiros e a moradores referenciados de seis municípios da região. Com o pronto-socorro funcionando fora da unidade, vai melhorar o fluxo da emergência e isso também irá significar uma economia de cerca de R$ 200 mil”, observou Nascimento.

Alta Floresta

No hospital regional de Alta Floresta a situação não é diferente de Colíder em relação ao atendimento de usuários que deveriam ser atendidos na rede básica do município. O regional atende a seis municípios da região, mais o Sul do Estado do Pará e realiza por mês, em média, 450 internações e 240 cirurgias.

“Em média são atendidas de 100 a 110 pessoas por dia e, desse total, de 5% a 10% são da emergência. A maior parte é de usuários da atenção primária. Com o município assumindo o pronto-atendimento, vamos nos dedicar a fazer melhor aquilo que é a vocação e a obrigação do hospital, que é fazer cirurgia e, com isso, a fila irá diminuir”, disse o diretor do hospital, José Marcos da Silva.

O secretário-adjunto Cassiano Falleiros explicou que a rede é constituída pela atenção primária,secundária e terciária, cada uma com sua complexidade e a principal porta de entrada é a Unidade Básica de Saúde. O foco dos Hospitais Regionais é nos atendimentos secundários, urgência e emergência, além de ofertar a capacidade de cirurgia eletivas e atendimentos no qual a Unidade Básica não conseguir resolver, e hoje estão sobrecarregados com atendimentos primários, não tendo a resolutividade necessária no sistema.

“Neste momento precisamos do apoio e a compreensão da população, para que procurem e usem as Unidades Básicas de Saúde, e, quando houver necessidade, as pessoas serão encaminhadas para os Hospitais, em caso de emergência e urgência, a unidade do Corpo de BombeirosMilitar deve ser acionada e será direcionada ao Hospital Regional. Não vamos deixar de prestar nossa assistência, não vamos atender menos, mas atender melhor”, afirmou Cassiano Falleiros.

Em agosto, uma equipe técnica da SES esteve nas cidades de Colíder e de Alta Floresta, onde se reuniu com os prefeitos das cidades, com representantes do consórcio de Colíder, com os secretários municipais para definir os detalhes da transição e das adequações dos novos espaços definidos pelas prefeituras que vão receber os prontos-socorros nestas cidades.

Fonte:

 

SEJA UM REPÓRTER CIDADÃO

SEJA UM REPÓRTER CIDADÃO

Vários vídeos, matérias e denúncias são enviados diariamente a nossa redação pelos leitores do MATO GROSSO AO VIVO.

Se a imprensa de seu município ou Estado não noticia reportagens sobre corrupção, envolvimento de pessoas ou autoridades em crimes, abusos ou de qualquer outra natureza que seja de interesse público?

Mande sua pauta que nós publicamos!

Pode ser pelo e-mail: matogrossoaovivo@gmail.com ou pelo WhatsApp da redação: (66) 9.8412 – 5210.

Envie fatos com imagens, comprovação, documentos, processos, que a gente apura e publica.

GIRO SOCIAL | MATO GROSSO AO VIVO

ALAMBIQUE (31/09) - REPLAY - Festa Flash Back

Deixe seu comentário abaixo e compartilhe, via Facebook e whatsApp.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Etiquetas »

Publicado por » REDAÇÃO DO SITE

Nossa equipe de jornalistas atualiza diariamente um resumo das principais notícias de Alta Floresta e região, de Mato Grosso, do Brasil e do mundo, para manter nosso leitores sempre bem informados.

Que tal ler esta?

Deputado entra com pedido de suspensão de pedágios na BR-163

Compartilhar com WhatsApp O deputado federal Nilson Leitão (PSDB-MT), protocolou nesta quarta-feira (08/11), pedido de …

O que você acha disso???

%d bloggers like this: