Notícias do Estado

Produtores rurais que recebem assistência técnica do Senar/MS produziram 24 milhões de litros de leite em 2017

O setor leiteiro de Mato Grosso do Sul teve um ano de diversos obstáculos em 2017. Ainda assim, com um cenário desafiador, a produção, para quem investiu em gestão, tecnologia e conhecimentos, não deixou a desejar. Os números apresentados pelo Senar/MS – Serviço Nacional de Aprendizagem Rural comprovam a afirmação.  De janeiro a dezembro do ano passado, os 743 produtores rurais atendidos pelo programa de Assistência Técnica e Gerencial – ATeG Mais Leite, foram responsáveis por produzir mais de 24 milhões de litros de leite.

“Em Mato Grosso do Sul a média de produção das vacas em lactação é de 3,66 litros/dia, segundo dados do IBGE (2016), enquanto que nas propriedades assistidas pela ATeG a média registrada é de 8,23 litros/dia. Isso demonstra que as vacas estão mais saudáveis e bem nutridas. É mais eficiência produtiva, graças à orientação técnica”, aponta a coordenadora do Programa de ATeG Mais Leite, Bruna Bastos.

Dados do Departamento de Assistência Técnica e Gerencial do Senar/MS, apontam que a produção média diária, em 2017, foi de 88,49 litros por propriedade.

“Isso é resultado dos ajustes nos manejos reprodutivo e nutricional, muitas vezes sem precisar de investimento financeiro. Assim o animal começa a expressar o potencial leiteiro”, complementa.

Foco em 2018 – Na Fazenda Seriema, em Camapuã, a 120 Km distante da Capital, em janeiro de 2018 foi registrada a maior média de produção diária de todos os assistidos do Programa Mais Leite, total de 1.800 litros/dia.

São 160 animais em lactação, com uma produção média de 11,25 litros/vacas/dia. Todo o leite produzido é destinado a um laticínio que abastece o mercado local.

“O que mais avançou nesses três anos de assistência foi o planejamento. Conseguimos equilibrar as contas para aumentar a quantidade, já que a parte de manejo estava bem encaminhada. Ficamos todo esse tempo concentrados em buscar alternativas e soluções para controlar os custos de produção da atividade leiteira, buscando diminuir o custo por litro de leite produzido”, explica o médico veterinário e produtor rural, Eduardo Melhado.

De acordo com o técnico de campo que atende a propriedade, para alcançar os resultados esperados, foi preciso diminuir o número de vacas secas no rebanho, fazendo a seleção de animais por idade e produção (animais com menos de 5 litros de leite entram para descarte). Além disso, o produtor tem intenção de irrigar 25 hectares de pastagem (Mombaça), e fazer silagem de sorgo todo ano para utilizar no período de estiagem.

“O produtor solucionará o problema de alimento para época da seca, conseguindo ter uma produção constante o ano inteiro e com preço relativamente baixo do litro de leite produzido, pois economizará em concentrado (hoje em torno de R$ 0,94 o quilo), pois fornecerá mais pasto”, explica o técnico Denis Faustino Alves.

Assessoria de Comunicação Sistema Famasul



___________________________________________
LINK DA NOTÍCIA:Produtores rurais que recebem assistência técnica do Senar/MS produziram 24 milhões de litros de leite em 2017
FONTE: CENÁRIO MATO GROSSO
[divider style=”solid” top=”20″ bottom=”20″][toggle title=”SEJA UM REPÓRTER CIDADÃO” state=”open”]Vários vídeos, matérias e denúncias são enviados diariamente a nossa redação pelos leitores do MATO GROSSO AO VIVO.

Se a imprensa de seu município ou Estado não noticia reportagens sobre corrupção, envolvimento de pessoas ou autoridades em crimes, abusos ou de qualquer outra natureza que seja de interesse público?

Mande sua pauta que nós publicamos!

Pode ser pelo e-mail: matogrossoaovivo@gmail.com ou pelo WhatsApp da Redação: (66) 9.8412 – 5210.

Envie fatos com imagens, comprovação, documentos, processos, que a gente apura e publica.[/toggle]

GIRO SOCIAL | MATO GROSSO AO VIVO



ALAMBIQUE (31/09) - REPLAY - Festa Flash Back




Deixe seu comentário abaixo e compartilhe, via Facebook e WhatsApp

DIRETO DA REDAÇÃO

Nossa equipe de jornalistas atualiza diariamente um resumo das principais notícias de Alta Floresta e região, de Mato Grosso, do Brasil e do mundo, para manter nosso leitores sempre bem informados.

Adicionar comentário

Click here to post a comment

Deixe aqui seu comentário!

COTAÇÃO DO DÓLAR & EURO

“RAPIDINHAS”

  • DEMILSON NUNES (PSDB-AF/MT)
    "Iremos promover junto a Câmara a criação de uma audiência pública para convocar e exigir da ENERGISA explicações sobre os aumentos "abusivos e extorsivos" nas contas de energia no município".
  • CHARLES MIRANDA (PSD-AF/MT)
    "Eu atendo desde as 4:00 da manhã nos postos de saúde, e não temos material de apoio, não temos condições para cobrar que os funcionários deem qualidade no atendimento a população".
  • VEREADOR TUTTI (PSDB - AF/MT)
    "A grande esperança do povo brasileiro hoje é a justiça, por que os políticos perderam a "vergonha na cara"".
  • ROSE "DO TRADIÇÃO" (PSL)
    Estou trabalhando forte, visitando vários lugares e municípios, sou pré-candidata a deputada por que tá na hora das pessoas de bem se envolverem na política...

VÍDEOS EM DESTAQUE NAS REDES

_____________________________________

PERGUNTINHA DO MÊS:

Apesar da legalidade, você acha correto os vereadores saírem de férias (recesso) de meio de ano, por 30 dias, com a cidade de Alta Floresta praticamente abandonada as moscas com problemas no setor da saúde e de obras, tais como: queimadas, poeira nos bairros, ruas esburacadas, falta de remédios, falta de médicos, semáforos que não funcionam, maquinário quebrado, caminhões quebrados, coleta de lixo deficiente, lixão a céu aberto, perda de verbas estaduais para o município e tantas outras mazelas que assolam a nossa cidade?

SIGA-ME OS BONS…

ANÚNCIOS & PUBLICIDADES

MEGA-SENA – ÚLTIMO RESULTADO:

Mega Sena
Fonte: Caixa Econômica
Boa Sorte
%d blogueiros gostam disto: