Página Inicial / Notícias do Estado / Mauro Mendes critica falta de planejamento de Taques

Mauro Mendes critica falta de planejamento de Taques

Quebrando o tradicional discurso de aliado, o empresário e ex-prefeito de Cuiabá, Mauro Mendes, atribuiu a crise financeira que Mato Grosso atravessa está associada a uma falta de planejamento do governador Pedro Taques (PSDB) desde que assumiu a chefia do Palácio Paiaguás em janeiro de 2015.

 

A declaração foi dada ontem durante entrevista a Rádio Villa Real.

 

Mendes ainda cobrou que Taques venha a público e aja com transparência e aponte quem é o responsável pelas dificuldades financeiras que Mato Grosso enfrenta a ponto de não conseguir efetuar o pagamento do duodécimo aos poderes constituídos no prazo exigido em lei.

 

“Não tem como dizer que não houve erros. Cabe ao próprio governador vir a público dizer quem errou. Não adianta ficar falando só que foi o Silval Barbosa [ex-governador] que cometeu erros”, disse.

 

Mauro Mendes ainda avalia que um dos erros de Taques não foi dimensionar os efeitos da crise econômica que tomou conta do país no período de 2011 a 2015.

 

“Ele poderia no começo do mandato, ter tomado as medidas e corrigido alguns erros que ele atribui ao ex-governador”, avalia.

 

Mendes recordou que, em 2014, ao vislumbrar a gravidade da crise econômica que tomou conta do país e atingiu diretamente a capacidade de arrecadação dos Estados e municípios brasileiros, estava no cargo de prefeito de Cuiabá e tomou medidas drásticas para impedir o colapso financeiro.

 

“Em 2014, quando terminou a Copa do Mundo, eu percebi claramente que haveria uma crise. Por isso, tomei medidas na prefeitura reduzindo 23 secretarias para 17, cortei gastos, fiz um enxugamento na máquina. Me preparei para o pior. A crise veio em 2015 e 2016, mas em 2017 a crise acabou. Reclamar e jogar a culpa na crise é muito mais para quem não fez a lição de casa na hora certa”, ressaltou.

 

Considerado aliado do Palácio Paiaguás, Mauro Mendes, que decidiu não concorrer a reeleição ao mandato de prefeito de Cuiabá em 2016 embora estivesse com 80% de aprovação alegando razões pessoais, é cortejado atualmente para concorrer ao governo do Estado nas eleições de outubro deste ano.

Nos bastidores, se comenta que a ideia é a criação de um bloco alternativo que poderia unir partidos tradicionais como o PMDB, PR e PP.

 

Ao Diário, o governador Pedro Taques afirmou que respeita às criticas feitas pelo ex-prefeito. “Na democracia todas as críticas são bem-vindas. Recebo com tranquilidade e humildade”, disse Taques.

 

TRAIÇÃO – Mauro Mendes, também disse ontem que não considera uma traição ao governador Pedro Taques se tomar a decisão de ser candidato ao governo do Estado nas eleições de outubro.

 

Mauro Mendes e Pedro Taques são aliados desde 2010 quando, por iniciativa do ex-deputado estadual e ex-prefeito de Rondonópolis, Percival Muniz, foi composto o Movimento Mato Grosso Muito Mais que unia PSB-PDT-PPS e PV. Naquela ocasião, Taques foi eleito senador e Mendes foi derrotado ao governo do Estado.

 

Posteriormente, estiveram novamente no mesmo palanque nas eleições de 2012 e 2014 quando Mauro Mendes e Pedro Taques foram eleitos, respectivamente, prefeito de Cuiabá e governador de Mato Grosso.

 

“Estou muito tranquilo para tomar uma decisão. Essa conversa fiada que falam de traição, é conversa pra boi dormir. O cidadão que votou em 2014 no Pedro Taques, votou por quatro anos, quem apoiou também foi por quatro anos”, afirmou.

 

Mendes ainda avalia que, aquele que recebeu da população pelo voto o direito de exercer mandato eletivo deve se submeter a uma reflexão para ter consciência das decisões tomadas em quatro anos e, a partir daí, avaliar se permanece ou não na política diante do apoio ou reprovação popular.

 

“Assim como quem votou, quem apoiou tem o direito de chegar agora em 2018 e fazer uma análise do mandato do governador, dos deputados federais, senadores, enfim, de todos aqueles que estão se recandidatando. Enfim, analisar se cada um deles fez bom trabalho. Se achar que não, tem todo direito de mudar. Estou num grande grupo de pessoas que têm o direito de analisar”, disse.

 

Questionado a respeito de ser candidato ao governo do Estado, Mauro Mendes, disse que se filiará a um novo partido, dos quais estão cotados o PR, PP e DEM. Somente a partir disso, decidirá se vai liderar algum projeto político. Mendes prometeu que não vai tomar nenhuma decisão de última hora e primeiramente fará uma avaliação em conjunto com a família.



___________________________________________
LINK DA NOTÍCIA:Mauro Mendes critica falta de planejamento de Taques
FONTE: CENÁRIO MATO GROSSO

SEJA UM REPÓRTER CIDADÃO

SEJA UM REPÓRTER CIDADÃO

Vários vídeos, matérias e denúncias são enviados diariamente a nossa redação pelos leitores do MATO GROSSO AO VIVO.

Se a imprensa de seu município ou Estado não noticia reportagens sobre corrupção, envolvimento de pessoas ou autoridades em crimes, abusos ou de qualquer outra natureza que seja de interesse público?

Mande sua pauta que nós publicamos!

Pode ser pelo e-mail: matogrossoaovivo@gmail.com ou pelo WhatsApp da Redação: (66) 9.8412 – 5210.

Envie fatos com imagens, comprovação, documentos, processos, que a gente apura e publica.


GIRO SOCIAL | MATO GROSSO AO VIVO



ALAMBIQUE (31/09) - REPLAY - Festa Flash Back




Deixe seu comentário abaixo e compartilhe, via Facebook e WhatsApp

Publicado por » REDAÇÃO DO SITE

Nossa equipe de jornalistas atualiza diariamente um resumo das principais notícias de Alta Floresta e região, de Mato Grosso, do Brasil e do mundo, para manter nosso leitores sempre bem informados.

Que tal ler esta?

Pentacampeão, Kaká completa 36 anos!

Compartilhar com WhatsApp Pentacampeão mundial com a Seleção Brasileira na Copa do Mundo de 2002, …

Deixe aqui seu comentário!

%d bloggers like this: