Notícias do Estado

MP pede na Justiça afastamento do chefe de Polícia do Rio

O Ministério Público pediu à Justiça o afastamento do chefe de Polícia do Rio, delegado Rivaldo Barbosa, por irregularidades em licitações na contratação de empresas de informática. Mais sete pessoas também foram citadas na denúncia, oferecida pelos promotores Claudio Calo e André Guilherme Freitas, da 24ª Promotoria de Investigação Penal.

Também foram denunciados o ex-chefe de Polícia, delegado Carlos Leba, que antecedeu Rivaldo, e outros funcionários da Polícia Civil, além dos responsáveis pelas empresas de informática. O objeto da denúncia, divulgada nesta quinta-feira (12), são três contratos emergenciais, no valor de R$ 19,1 milhões.

Segundo o MP, os servidores públicos realizaram dispensa de licitação, fora das hipóteses previstas em lei, para contratação direta de mão de obra terceirizada de prestação de serviço em tecnologia da informação para a Polícia Civil, “sob pretexto de uma situação emergencial fictícia”.

De acordo com o MP, foram feitos três contratos emergenciais consecutivos, sempre com dispensa de licitação. Além da perda dos cargos dos servidores, o MP também pede, após o devido processo legal e aos serem condenados os denunciados às penas privativas de liberdade, a reparação dos danos materiais e morais coletivos.

Outro lado

A Polícia Civil explicou, em nota, que a contratação foi feita em regime de emergência para que o banco de dados da polícia não fosse paralisado, “o que geraria incalculáveis prejuízos ao trabalho da instituição e à prestação do serviço público essencial à sociedade”.

Segundo a Polícia Civil, desde o final de 2016, a instituição vem tentando realizar licitação para os serviços de tecnologia da informação (TI), mas não vem conseguindo por conta das dificuldades econômicas do estado junto aos fornecedores. “Não havia proposta de preço, o que inviabilizava o processo de licitação”, justificou a Polícia Civil na nota.

De acordo com a nota, um pregão eletrônico previsto para dezembro passado foi suspenso para atender exigência do Tribunal de Contas do Estado. “Em março, diante do risco de dano à solução de continuidade, com possibilidade de perda de todos os bancos de dados e interrupção dos serviços em todas as delegacias do estado do Rio, o chefe de Polícia Civil assinou novo contrato, 14 dias após assumir o cargo”, continuou.

A Secretaria de Estado de Segurança, respondeu que “aguarda a notificação judicial para conhecer oficialmente o teor da denúncia”.

Fonte: Agência Brasil

O post MP pede na Justiça afastamento do chefe de Polícia do Rio apareceu primeiro em Folha do Estado.



___________________________________________
LINK DA NOTÍCIA:MP pede na Justiça afastamento do chefe de Polícia do Rio
FONTE: FOLHA DO ESTADO
___________________________________________
SEJA UM “REPÓRTER CIDADÃO”
Vários vídeos, matérias e denúncias são enviados diariamente a nossa redação pelos leitores do MATO GROSSO AO VIVO.

Se a imprensa de seu município ou Estado não noticia reportagens sobre corrupção, envolvimento de pessoas ou autoridades em crimes, abusos ou de qualquer outra natureza que seja de interesse público?

Mande sua pauta que nós publicamos!

Pode ser pelo e-mail: matogrossoaovivo@gmail.com ou pelo WhatsApp da Redação: (66) 9.8412 – 5210.

Envie fatos com imagens, comprovação, documentos, processos, que a gente apura e publica.
____________________________________________________
GIRO SOCIAL | MATO GROSSO AO VIVO



ALAMBIQUE (31/09) - REPLAY - Festa Flash Back




Deixe seu comentário abaixo e compartilhe, via Facebook e WhatsApp

DIRETO DA REDAÇÃO

Nossa equipe de jornalistas atualiza diariamente um resumo das principais notícias de Alta Floresta e região, de Mato Grosso, do Brasil e do mundo, para manter nosso leitores sempre bem informados.

Adicionar comentário

Click here to post a comment

Deixe aqui seu comentário!

COTAÇÃO DO DÓLAR & EURO

PERGUNTINHA DO MÊS:

Você votaria em um candidato a deputado estadual que está atolado até o pescoço em denúncias de corrupção, desvio de dinheiro e teve seus bens confiscados pela justiça por prováveis participações em esquema políticos criminosos?

- FOTO (São réus Romoaldo Aloisio Boraczynski Junior, Mauro Luiz Savi e Gilmar Donizete Fabris. Além deles, outras 9 pessoas foram denunciadas. O bloqueio completará a retenção de valores empregada no início do processo, em 2016.)

“RAPIDINHAS”

  • DEMILSON NUNES (PSDB-AF/MT)
    "Iremos promover junto a Câmara a criação de uma audiência pública para convocar e exigir da ENERGISA explicações sobre os aumentos "abusivos e extorsivos" nas contas de energia no município".
  • CHARLES MIRANDA (PSD-AF/MT)
    "Eu atendo desde as 4:00 da manhã nos postos de saúde, e não temos material de apoio, não temos condições para cobrar que os funcionários deem qualidade no atendimento a população".
  • VEREADOR TUTTI (PSDB - AF/MT)
    "A grande esperança do povo brasileiro hoje é a justiça, por que os políticos perderam a "vergonha na cara"".
  • ROSE "DO TRADIÇÃO" (PSL)
    Estou trabalhando forte, visitando vários lugares e municípios, sou pré-candidata a deputada por que tá na hora das pessoas de bem se envolverem na política...

SIGA-ME OS BONS…

VÍDEOS EM DESTAQUE NAS REDES

_____________________________________

ANÚNCIOS & PUBLICIDADES

MEGA-SENA – ÚLTIMO RESULTADO:

Mega Sena
Fonte: Caixa Econômica
Boa Sorte
%d blogueiros gostam disto: