Alta Floresta Corrupção Cuiabá Destaque Eleições 2018 Mato Grosso Notícias do Estado Política em Foco TRE Últimas

Site da Capital afirma que Romoaldo Jr. não disputará mais a reeleição por problemas na justiça

NOTÍCIA PUBLICADA PELO JORNAL ELETRÔNICO ODOCUMENTO – ACESSE O LINK AQUI

O deputado Romoaldo Júnior (MDB), pode deixar de disputar a reeleição este ano. Pelo menos é o que se comenta nos bastidores da Assembleia Legislativa de Mato Grosso.

O requerimento foi negado de forma liminar (provisória) pelo ministro Luiz Fux, do Supremo Tribunal Federal (STF), que apenas autorizou os mandados de buscas e apreensões contra os políticos.
O parlamentar está no seu quinto mandato de deputado estadual. A primeira eleição de Romoaldo  para o Parlamento ocorreu nas eleições de 1990. Em 2000, depois de três mandatos, deixou a ALMT para ser prefeito de Alta Floresta. Voltou em 2010 para a Casa de Leis e se reelegeu em 2014.

O comentário é de que o parlamentar, devido os vários problemas que tem com a Justiça (leia-se Procuradoria Geral da República, Ministério Público e Tribunal de Contas), já teria conversado com assessores diretos sobre a intenção de deixar a disputa eleitoral de 2018.

Romoaldo Júnior, se consumar a desistência eleitoral, deve assumir a coordenação de campanha do candidato ao Senado da República, o ex-senador Jaime Campos (DEM), na região Norte do Estado, seu principal reduto político-eleitoral.

Até agora, cinco deputados da atual legislatura devem ficar fora da disputa por uma cadeira de deputado estadual. São eles: José Domingos Fraga (PSD), que já anunciou desistência, Wancley Carvalho (PV) e Baiano Filho (MDB), também já anunciaram, Dr. Leonardo (SD), que vai disputar uma vaga da Câmara Federal e Mauro Savi (PSD), que está preso por conta da Operação Bererê.

ROMOALDO JÚNIOR – O parlamentar estadual é investigado na Operação Ventríloquo, que vê indícios de superfaturamento de dívidas do Legislativo mato-grossense com o antigo banco Bamerindus, atual HSBC.

Romoaldo Júnior também é alvo de investigação, pelo Ministério Público Estadual (MPE), no âmbito da “Operação Bereré”, por suspeita de participação no esquema de fraudes a licitação, peculato, corrupção passiva e tráfico de influência no Departamento Estadual de Trânsito (DETRAN-MT).

O deputado também é investigando por suposta lavagem do dinheiro recebido através da propina paga pelo ex-governador Silval Barbosa para garantir a continuidade das obras do MT Integrado. Conforme delatou o ex-governador, cada deputado teria recebido R$ 600 mil pelo acordo e a PGR, pela procuradora-geral Raquel Dodge, suspeita que Romoaldo teria “lavado” os valores através de doações feitas à Maria Aparecida Gonçalves, mãe de sua filha.

FONTE: ODOCUMENTO.COM.BR

Danny Bueno

Especializado em Jornalismo Político e Investigativo. Está radicado nos Estados de Mato Grosso e Rondônia, construiu carreira, desde 1991, trabalhando para sites, jornais e emissoras de TV de Mato Grosso e Rondônia. É assessor de imprensa, é roteirista, músico, produtor de eventos, compositor, editor de conteúdo, relações públicas, analista político e de marketing social. É filiado à ABRAJI - Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo.
(http://portaldosjornalistas.com.br/jornalista/danny-bueno)

Adicionar comentário

Click here to post a comment

Deixe aqui seu comentário!

COLUNISTA | DANNY BUENO

“RAPIDINHAS”

  • DEMILSON NUNES (PSDB-AF/MT)
    "Iremos promover junto a Câmara a criação de uma audiência pública para convocar e exigir da ENERGISA explicações sobre os aumentos "abusivos e extorsivos" nas contas de energia no município".
  • CHARLES MIRANDA (PSD-AF/MT)
    "Eu atendo desde as 4:00 da manhã nos postos de saúde, e não temos material de apoio, não temos condições para cobrar que os funcionários deem qualidade no atendimento a população".
  • ROSE "DO TRADIÇÃO" (PSL)
    Estou trabalhando forte, visitando vários lugares e municípios, sou pré-candidata a deputada por que tá na hora das pessoas de bem se envolverem na política...
  • Sergio Moro - Futuro Ministro da Justiça
    Fiz com certo pesar, ...No entanto, a perspectiva de implementar uma forte agenda anticorrupção e anticrime organizado, com respeito à Constituição, à lei e aos direitos, levaram-me a tomar esta decisão.

PERGUNTINHA DO MÊS:

Os votos que foram distribuídos entre 6 candidatos em condições de representar Alta Floresta, poderiam ter elegido pelo menos um deputado estadual, você acha que a região mereceu ficar sem nenhum representante local na Assembleia Legislativa, pela falta de coordenação política dos nossos representantes?

ANÚNCIOS & PUBLICIDADES

VÍDEOS EM DESTAQUE NAS REDES

_____________________________________

ANÚNCIOS & PUBLICIDADES

COTAÇÃO DO DÓLAR & EURO

MEGA-SENA – ÚLTIMO RESULTADO:

Mega Sena
Fonte: Caixa Econômica
Boa Sorte
    /* ]]> */