Últimas

Pacientes pedem readmissão e médico exonerado denuncia perseguição política

Reprodução Facebook

Médico José Carlos era contratado pela prefeitura de VG há um ano e 8 meses e, em agosto, foi exonerado após PAD

A demissão do médico José Carlos Dias no último dia 1º, que atendia no posto de saúde do bairro Vila Arthur, em Várzea Grande, gerou revolta entre os moradores da região.
Uma manifestação está marcada para esta sexta (9), em frente à prefeitura, às 9h da manhã, para que populares entreguem um abaixo assinado com mais de 700 assinaturas de pacientes pedindo a readmissão do médico.
José Carlos, que respondia a um processo disciplinar por ter, supostamente, assinado a folha de registro mesmo tendo faltado ao trabalho, denuncia que foi vítima de perseguição política do vereador Cleyton Nassarden Guerra, o Sardinha (PTB).
O médico era contratado pela prefeitura de Várzea Grande há um ano e oito meses. Em agosto, foi aberto um Processo Administrativo Disciplinar (PAD) contra ele por supostas faltas irregulares e assinatura indevida na folha de ponto. Na quinta (1º), dia em que foi demitido, o médico atendeu ao paciente José Liberato da Silva, 64 anos.
Ao #rdnews ele explicou que, ao perceber que o idoso estava sem acompanhante e que não era possível conduzir a consulta em razão das dificuldades de entendimento, solicitou à enfermeira que chamasse um familiar.
Do lado de fora do posto, estava o filho do paciente Emerson Feitosa que, ao chegar ao consultório, começou uma discussão com o médico. José Carlos, então, decidiu encerrar a consulta, seguindo protocolos médicos que indicam a suspensão do atendimento quando ocorrem alterações de ânimos.
De acordo com o médico, o filho do paciente ficou muito alterado e chegou a dar um murro na porta do consultório, além de ter gritado e tê-lo ameaçado. Além disso, Emerson registrou um Boletim de Ocorrência e formalizou uma denúncia junto à secretaria de saúde de Várzea Grande.
A demissão aconteceu poucas horas após a denúncia. De acordo com o médico, o RH da prefeitura o demitiu por telefone.
José Carlos também afirmou que a demissão teria decorrido de perseguições políticas feitas pelo vereador Sardinha, que segundo o médico, estaria tentando colocar outro profissional no posto de saúde do Vila Arthur por indicação política. De acordo com José Carlos, o vereador o persegue desde a campanha eleitoral, porque o médico era um dos coordenadores da campanha do candidato a deputado estadual Jajah Neves (SD). 
Notificação
Sardinha nega a acusação de perseguição política e esclarece que a única atitude que tomou em relação ao médico foi ter notificado a prefeitura sobre a suposta irregularidade na conduta de José Carlos na unidade de saúde, com faltas constantes.
“A população me chamou para questionar porque o médico não estava comparecendo ao trabalho. Na condição de vereador levei a situação, por meio de requerimento da Câmara Municipal de Várzea Grande, até a prefeitura. A ação do Executivo foi a instauração de um PAD, em razão de o médico supostamente ter assinado um mês inteiro do registro de ponto, mas ter faltado vários dias”, especifica.
Quase preso
Por meio de assessoria de imprensa, a Prefeitura de Várzea Grande esclareceu que a demissão do médico ocorreu após uma denúncia acompanhada de BO registrado na Ouvidoria do SUS, por maus tratos ao idoso. “No dia do BO, a polícia esteve no posto de saúde do Vila Arthur e quase efetuou a prisão do médico. Em relação aos dias de falta, a Secretaria efetuou os descontos de 10 dias não trabalhados em agosto deste ano”.
A prefeitura também esclareceu que o médico era contratado e não sendo concursado não tem estabilidade, além de ser prerrogativa do patrão decidir se interessa ou não manter o contrato.
O médico José Carlos nega que tenha agredido o idoso e afirma que também registrou BO contra o filho do paciente por agressão a funcionário público e ameaça. Pacientes pedem readmissão e médico exonerado denuncia perseguição política Ato pede readmissão nesta 6ª e médico exonerado em VG denuncia perseguição

___________________________________________
LINK DA NOTÍCIA:Pacientes pedem readmissão e médico exonerado denuncia perseguição política
FONTE: RD NEWS
___________________________________________


0
2.1K


___________________________________________
SEJA UM “REPÓRTER CIDADÃO”
Vários vídeos, matérias e denúncias são enviados diariamente a nossa redação pelos leitores do MATO GROSSO AO VIVO.

Se a imprensa de seu município ou Estado não noticia reportagens sobre corrupção, envolvimento de pessoas ou autoridades em crimes, abusos ou de qualquer outra natureza que seja de interesse público?

Mande sua pauta que nós publicamos!

Pode ser pelo e-mail: matogrossoaovivo@gmail.com ou pelo WhatsApp da Redação: (66) 9.8412 – 5210.

Envie fatos com imagens, comprovação, documentos, processos, que a gente apura e publica.
____________________________________________________
GIRO SOCIAL | MATO GROSSO AO VIVO


ALAMBIQUE (31/09) - REPLAY - Festa Flash Back



Deixe seu comentário abaixo e compartilhe, via Facebook e WhatsApp

Tags

DIRETO DA REDAÇÃO

Nossa equipe de jornalistas atualiza diariamente um resumo das principais notícias de Alta Floresta e região, de Mato Grosso, do Brasil e do mundo, para manter nosso leitores sempre bem informados.

Adicionar comentário

Click here to post a comment

Deixe aqui seu comentário!

COLUNISTA | DANNY BUENO

PERGUNTINHA DO MÊS:

A prefeitura enviou um projeto de adequação dos valores do IPTU dos imóveis do município e pede que os vereadores aprovem antes do final do ano para ser implementado o aumento já em 2019, você é foi informado sobre esse aumento? Se não, o que acha da forma como a prefeitura está pretendendo proceder com esta questão?

ANÚNCIOS & PUBLICIDADES

COTAÇÃO DO DÓLAR & EURO

MEGA-SENA – ÚLTIMO RESULTADO:

Mega Sena
Fonte: Caixa Econômica
Boa Sorte

VÍDEOS EM DESTAQUE NAS REDES

Nenhum Banner adicionado

error: Conteúdo Protegido ! © Todos os direitos reservados a MatoGrossoAoVivo e suas fontes expressamente citadas.
    /* ]]> */