Agressão & Violência Policiais

Suspeitos de assassinato em Apiacás foram presos com o talão de cheques da vítima

Numa ação conjunta dos policiais militares e a Polícia Judiciária Civil de Apiacás e Nova Monte Verde, foram presos na tarde deste domingo (25/11), os dois dos seis suspeitos de cometerem o latrocínio em um hotel, no município de Apiacás, cerca de 200 Km de Alta Floresta.

A vítima, Georges Ashcar, foi um idoso de 66 anos, que trabalhava como recepcionista no estabelecimento, o latrocínio só foi descoberto por um hóspede do hotel, que ao acordar pela manhã, deu falta da pessoa responsável por servir o café da manhã, como fazia todos os dias.

O dois suspeitos estavam hospedados em um outro hotel na cidade vizinha de Nova Monte Verde, aonde foram prontamente abordados pela polícia local e após as devidas averiguações, constatou-se que poderiam ser os responsáveis pelo crime ocorrido em Apiacás.

Segundo as primeiras informações de testemunhas, que tiveram acesso ao local após o ocorrido, a vítima teria sido brutalmente assassinada após ser amarrada com fita adesiva a uma cadeira em um banheiro do estabelecimento.

Os supostos assaltantes e homicidas, utilizaram até máscara para intimidar e esconder a identidade no caso de  reconhecidos pelo latrocínio, as indumentárias utilizadas para o assassinato foram encontrada em poder dos suspeitos.

Além de dinheiro em espécie, pouco mais de mil duzentos e cinquenta reais, as vítimas também foram presas com o talão de cheques em nome de “Georges Ashcar”, que provavelmente poderia ser utilizado para aplicação de algum golpe no comércio da região.

Os suspeitos se utilizaram de uma moto sem placa, modelo XRE 300, que foi utilizada no crime, a qual foi reconhecida no ato da prisão, por meio das informações que a polícia já havia tomado das testemunhas e conhecidos da vítima.

As confirmações sobre os dois suspeitos ficaram mais evidentes após a polícia encontrar tanto a moto da vítima como o seu talão de cheques de pessoa física que não pertenciam aos suspeitos, não se sabe ainda se o talão de cheques pertencia a vítima.

Além dos objetos da vítima, os suspeitos, segundo testemunhas, estavam de posse de duas armas de fogo (uma de calibre 32 e outra de calibre 38), tablete de maconha, grande quantidade de cocaína e balança de precisão.

A polícia ainda não conseguiu localizar as armas utilizadas para cometer o crime, mas, as investigações continuam, e a Polícia Civil está bem avançada nas investigações, sendo também que não está descartada a hipótese de que o crime tenha sido encomendado.

Foram apreendidas seis pessoas, sendo um menor, uma mulher e quatro homens, todos suspeitos de fazerem participarem direta ou indiretamente do latrocínio no hotel, e já foram indiciados por latrocínio, tráfico de drogas, associação criminosa e .

A prisão foi realizada pela equipe do Tenente Abel da PM de Nova Monte Verde.

Danny Bueno

Especializado em Jornalismo Político e Investigativo. Está radicado nos Estados de Mato Grosso e Rondônia, construiu carreira, desde 1991, trabalhando para sites, jornais e emissoras de TV de Mato Grosso e Rondônia. É assessor de imprensa, é roteirista, músico, produtor de eventos, compositor, editor de conteúdo, relações públicas, analista político e de marketing social. É filiado à ABRAJI - Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo.
(http://portaldosjornalistas.com.br/jornalista/danny-bueno)

Adicionar comentário

Click here to post a comment

Deixe aqui seu comentário!

COLUNISTA | DANNY BUENO

PERGUNTINHA DO MÊS:

A prefeitura enviou um projeto de adequação dos valores do IPTU dos imóveis do município e pede que os vereadores aprovem antes do final do ano para ser implementado o aumento já em 2019, você é foi informado sobre esse aumento? Se não, o que acha da forma como a prefeitura está pretendendo proceder com esta questão?

ANÚNCIOS & PUBLICIDADES

COTAÇÃO DO DÓLAR & EURO

MEGA-SENA – ÚLTIMO RESULTADO:

Mega Sena
Fonte: Caixa Econômica
Boa Sorte

VÍDEOS EM DESTAQUE NAS REDES

Nenhum Banner adicionado

error: Conteúdo Protegido ! © Todos os direitos reservados a MatoGrossoAoVivo e suas fontes expressamente citadas.
    /* ]]> */