Banner Eco Ville PUBLICIDADE
ALTA FLORESTA Coluna AF - Análise dos Fatos CONCURSOS PÚBLICOS EM DESTAQUE MATO GROSSO POLÍTICA EM FOCO ÚLTIMAS

Vereador de Alta Floresta vai apresentar projeto para revogar salários baixos que desmotivam profissionais da prefeitura

Banner Mage Force
(Last Updated On: 29 de abril de 2019)

O vereador Dida Pires, prevê que a revogação da emenda que permitiu rebaixar os salários, seja a única saída momentânea para a prefeitura tirar Alta Floresta do abandono de cargos de funcionários, e fazer a máquina pública “sair do atoleiro” da improdutividade.

Vereador de Alta Floresta vai apresentar projeto para revogar salários baixos que desmotivam profissionais da prefeitura 65
Vereador afirma que tem a solução momentânea para o prefeito evitar a paralisação do município.

A discussão sobre o assunto dos salários incompatíveis aos cargos oferecidos, que tomou conta da classe política de Alta Floresta e culminou em uma crise entre o prefeito Aziel Bezerra (MDB), secretariado municipal e a Câmara de Vereadores, pode ter o “remédio certo”, que será apresentado na forma de projeto, como uma alternativa para solucionar o problema, porém, a prefeitura vai ter que “rebolar” pra administrar a crise, e nesse caso “rebolar” significa fazer demissões pontuais para ajustar o orçamento da folha de pagamento.

Não que o vereador Dida Pires (PPS), morra de amores pelo prefeito e sua equipe administrativa, muito pelo contrário, pois já denunciou na tribuna da Câmara Municipal vários atos de improbidades que posteriormente se tornaram foco de investigações em andamento pelo MP, mas, fazendo isso cumpre seu papel de ajudar o município a vencer uma das dificuldades que está transtornando a vida dos contribuintes (eleitores).

Pois bem, de certa forma, além do vereador Dida Pires nenhum outro vereador apresentou até o momento outra saída emergencial que faça a crise instalada se esfriar, e se os vereadores aprovarem a revogação da emenda que instituiu salários de R$ 998,00 (salário mínimo), a profissionais de função técnica específica, que tem tetos muito superiores a um salário mínimo nas carreiras que atuam, estarão assumindo o grande erro que cometeram em 2017 quando aprovaram tais medidas a pedido da prefeitura, que na época tinha o Ministério Público em seu encalço.

Ao revogarem a emenda, os vereadores permitirão que o prefeito contrate tais trabalhadores pelo preço compatível a categoria que atuam, pois em alguns casos alguns desses salários ultrapassam a faixa de 5 mil reais.

Segundo vereador, o projeto será apresentado amanhã (Terça – 30/04), na sessão ordinária da Câmara Municipal como medida paliativa que permita o prefeito e sua administração contratar pessoal até a elaboração de concursos públicos, os quais já estão com prazos esgotado e sob intervenção da justiça que deu até 150 dias para organização obrigatória de novos concursos públicos, sob pena de multas e até medidas judicias mais extremas contra a pessoa do prefeito em caso de descumprimento.

Porém,  observa o vereador que a medida deve ser tratada com seriedade pelo executivo pois na época em que foi adotado os salários mínimos para os funcionários havia uma forte pressão do Ministério Público para o enxugamento da folha de pagamento e redução do número de funcionários, e apesar de ter atendido os requisitos do MP e se enquadrado para não sofrer punições legais, acabou criando uma situação indigesta para quem foi recontratado por salários inferiores aos de suas funções.

Nesse ponto, podemos dizer que o secretário de obras, Elói Luiz de Almeida, está redondamente correto, pois foi por causa dessa “lambança” praticada pela prefeitura e a Câmara que hoje o município segue para a estagnação motora, se os vereadores ousassem em não aprovar a emenda criada em julho de 2017, a prefeitura teria que ter demitido muita gente comissionada, realizado o concurso público e com isso readequando suas contas para dispor de salários dignos aos funcionários de função específica, se aprovaram foi por que assumiram o risco de errar e agora estão moralmente obrigados a corrigir isso.

O vereador Dida, que já está em seu quinto mandato, diz que conhece muito a fundo a realidade destes funcionários e essa problemática já vai fazer dois anos que não se consegue encontrar a mão de obra especializada que estes dispõem em qualquer lugar e muito menos por salários incompatíveis com os salários de carreira da categoria que pertencem.

O vereador apresentou uma lista de funções que se enquadram nos cargos que estão sendo abandonados pela incompatibilidade salarial, entre eles, caminhoneiros, operadores de máquina, patroleiros, torneiros, betoneiros, funileiros, pedreiros, agentes ambientais, garis e borracheiros que não estão mais dispostos a esperar a prefeitura “inventar” meios de suprir seus salários. Segundo vereador, uns poucos que ficaram acabam tendo reposição com “maquiagens” nos salários, com horas extras.

O vereador espera que seus pares o apoiem na aprovação da revogação da emenda que generalizou os salários e que o prefeito enxergue a necessidade de exonerar diversos cargos comissionados que estão “sobrando” na prefeitura e são os grandes responsáveis pela gordura que impede que os recursos salariais sejam ajustados as categorias que estão abandonando a máquina pública, além disso, aplique o concurso público que atrairá servidores que ocuparão as vagas ocupadas atualmente por comissionados.

COMENTE AQUI SOBRE ESTA NOTÍCIA!
Seguir:

Danny Bueno

Diretor de Jornalismo em MatoGrossoAoVivo
Especializado em Jornalismo Político e Investigativo. Está radicado nos Estados de Mato Grosso e Rondônia, construiu carreira, desde 1991, trabalhando para sites, jornais e emissoras de TV de Mato Grosso e Rondônia. É assessor de imprensa, é roteirista, produtor de eventos, editor de conteúdo, relações públicas, consultor e analista de política e marketing social. É filiado à ABRAJI -Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo.
(http://portaldosjornalistas.com.br/jornalista/danny-bueno)
Vereador de Alta Floresta vai apresentar projeto para revogar salários baixos que desmotivam profissionais da prefeitura 66
Seguir:
(Visited 2 times, 1 visits today)
Anúncios
Banner Eco Ville
Mande suas broncas, recados e sugestões por aqui!

 

Danny Bueno

Especializado em Jornalismo Político e Investigativo. Está radicado nos Estados de Mato Grosso e Rondônia, construiu carreira, desde 1991, trabalhando para sites, jornais e emissoras de TV de Mato Grosso e Rondônia. É assessor de imprensa, é roteirista, produtor de eventos, editor de conteúdo, relações públicas, consultor e analista de política e marketing social. É filiado à ABRAJI - Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo.
(http://portaldosjornalistas.com.br/jornalista/danny-bueno)

Adicionar comentário

Click here to post a comment

Última chance de comentar!

PREVISÃO DO CLIMA

Tempo, 20 Setembro
Tempo em Alta Floresta booked.net
+45

Máx.: +46° Mín.: +28°

Humidade: 21%

Vento: NNE - 8 KPH

Tempo em Cuiabá
+40

Máx.: +42° Mín.: +31°

Humidade: 18%

Vento: NNW - 16 KPH

Tempo em Sinop
+48

Máx.: +48° Mín.: +26°

Humidade: 17%

Vento: NNW - 7 KPH

“RAPIDINHAS”

“Eu não sou aliado do executivo, eu sou aliado da população que me confiaram.. vou estar aqui trabalhando para o bem população, para o bem do nosso município…”

Reinaldo de Souza (Lau – PSD) – Vereador de AF

“Com efeito, devidamente instruídos os autos, verifica-se a existência de irregularidades gravíssimas caracterizadoras de atos de improbidade administrativa, arquitetadas pelos acionados, que causaram prejuízo ao erário, bem assim engendraram ofensa aos princípios da administração pública…”

Antônio Fábio da Silva Marquezini – Juiz da 6ª Vara de Justiça/Alta Floresta

“Audiência Pública já… o caminho é esse, não tem outro, eu gostaria de contar com o nosso presidente… nós precisamos acabar com essa falta de respeito que essa empresa (Águas Alta Floresta), está tendo com essa Casa de leis e em especial com a população”

Luiz Carlos de Queiroz (MDB) – Vereador de AF.

Tem que fechar mesmo, por que não vemos por parte do município interesse em resolver a questão da poeira e do asfaltamento que nunca foi concluído”.

Mequiel Zacarias (PT) – Vereador de Alta Floresta

 

” A Prefeitura não tem condições de fiscalizar, vocês foram lá e filmaram a casa… Já determinei as providências ao Controle Interno do município, pra apurar por meio de uma auditoria e suspendi a licitação…”

Asiel Bezerra – Pref. de Alta Floresta

“Quase todos os homens são capazes de suportar adversidades, mas se quiser por à prova o caráter de um homem, dê-lhe poder …”

Abraham Lincoln

PUBLICIDADE

ANÚNCIOS & PUBLICIDADES

PUBLICIDADE

OPÇÕES 2020

Na sua opinião, qual seria sua opção em 2020?

1) - Oliveira Dias
6 Vote
2) - Dida Pires
2 Vote
3) - Edinho Paiva
0 Vote
4) - Rose Rampazio
0 Vote
5) - Dr. Charles
1 Vote
6) - Mequiel Zacarias
4 Vote
7) - Luiz Araújo
1 Vote
8) - Marinéia Munhoz
-1 Vote
9) - Emerson Machado
1 Vote
10) - Ademir Bruneto
-1 Vote
11) - Rodrigo Arpini
5 Vote
12) - Jairo De Carli
1 Vote
13) - Moisés Prado
1 Vote
14) - Robson Silva
1 Vote
15) - Elói Luiz de Almeida
0 Vote
16) - Robertinho Motos
2 Vote
17) - Coronel Ribeiro
13 Vote
18) - Nenhum destes...
5 Vote

PERGUNTINHA DO MÊS:

 

Recentemente a Câmara de Vereadores de Alta Floresta rejeitou uma Moção de Repúdio destinada ao Prefeito Asiel Bezerra. Na sua opinião de eleitor, a gestão do prefeito Asiel está satisfatória e não merecia a moção, ou está de abaixo da sua expectativa e merecia receber o repúdio da população ?

A) - Satisfatória
4 Vote
B) - Abaixo das expectativas
37 Vote

WHATS 24 HORAS – CLIQUE AQUI

ANÚNCIOS & PUBLICIDADES

“BOMBANDO” NO TWITTER

COTAÇÃO DO DÓLAR & EURO

AGRONEGÓCIO | INDICADORES

LOTERIAS – ÚLTIMOS RESULTADOS:

Mega Sena
Fonte: Caixa Econômica
Boa Sorte
Dupla Sena 1
2019/10/17
04 05 12 25 41 44
Dupla Sena 2
2019/10/17
03 16 22 31 40 48
Quina
2019/10/18
22 27 33 38 65
LotoMania
2019/10/18
03 09 13 23 29 32 34 40 58 61 63 66 70 72 74 76 77 80 81 99
LotoFacil
2019/10/18
02 04 05 06 08 10 11 13 15 16 19 20 21 24 25
TimeMania
2019/10/17
01 13 51 52 55 58 71
error: Conteúdo Protegido ! © Todos os direitos reservados a MatoGrossoAoVivo e suas fontes expressamente citadas.
    /* ]]> */