fbpx

ECONOMIA

Valor da cesta básica aumenta em todas as capitais em 2021

(Last Updated On: 7 de janeiro de 2022)

O valor da cesta básica aumentou em 2021 nas 17 capitais onde o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese) realiza a Pesquisa Nacional da Cesta Básica de Alimentos.

Segundo os dados, na comparação de dezembro de 2021 com o mesmo mês do ano anterior, as altas mais expressivas ocorreram em Curitiba (16,3%), Natal (15,42%), Recife (13,42%), Florianópolis (12,02%) e Campo Grande (11,26%). As menores taxas acumuladas foram as de Brasília (5,03%), Aracaju (5,49%) e Goiânia (5,93%).

A Pesquisa mostrou que, de para dezembro de 2021, o valor da cesta básica subiu em oito cidades, com destaque para Salvador (2,43%) e Belo Horizonte (1,71%). A redução mais importante foi registrada em Florianópolis (-2,95%).

Em dezembro de 2021, o maior custo da cesta foi o de São Paulo (R$ 690,51), seguido de Florianópolis (R$ 689,56) e Porto Alegre (R$ 682,90). Entre as cidades do Norte e Nordeste, localidades onde a composição da cesta é diferente, os menores valores médios foram observados em Aracaju (R$ 478,05), João Pessoa (R$ 510,82) e Salvador (R$ 518,21).

Segundo as estimativas do Dieese, em dezembro de 2021, o salário-mínimo necessário para a manutenção de uma de quatro deveria equivaler a R$ 5.800,98 o que representa 5,27 vezes o atual salário-mínimo, de R$ 1.100.

Em novembro, o mínimo necessário correspondeu a R$ 5.969,17 ou 5,43 vezes o piso vigente. Em dezembro de 2020, o salário-mínimo necessário foi de R$ 5.304,90, ou 5,08 vezes o piso em vigor, que equivalia a R$ 1.045,00.

Produtos

Os dados mostram que entre dezembro de 2020 e de 2021 tiveram alta acumulada de preços em quase todas as capitais pesquisadas a carne bovina de primeira (de 5% em Aracaju a 18,76%, em Porto Alegre), açúcar (entre 32,12% em Fortaleza e 73,25% em Curitiba), óleo de soja (de 8,94% em Goiânia a 11,68% em Campo Grande), pó de café (entre 39,42% em São Paulo a 112,44% em Vitória) e o tomate – com variações expressivas em Natal (102,29%), Vitória (58,53%), Florianópolis (43,85%), Rio de Janeiro (42,39%) e Belo Horizonte (36,76%).

Também aumentaram o pão francês (altas que variaram entre 1,42%, em e 14,14% em Curitiba), a manteiga (entre 0,51% em Belo Horizonte a 27,03% em Vitória), o leite integral longa vida (de 5,24% em Curitiba a 9,52% em Florianópolis), a farinha de trigo (de 33,82% em Curitiba a 17,2% em Porto Alegre), e a mandioca, que variou no Norte e Nordeste entre 0,65% em a 13,14%, em Natal.

No sentido contrário, registraram queda na maior parte das capitais a batata (com taxas entre -33,57% em Belo Horizonte e -13,36% em Brasília), o arroz agulhinha (de -21% em São Paulo a -19,01% em Goiânia) e o feijão (entre -11,65% em Goiânia e -0,51% em Recife).



FONTE: AGÊNCIA BRASIL / TERRA BRASIL
__________________________________________



COMENTE AQUI SOBRE ESTA NOTÍCIA!
Seguir:
(Visited 12 times, 1 visits today)
Tags
___________________________________________
___________________________________________

ÚLTIMAS NOTÍCIAS: Faça parte da nossas “Listas de Transmissão”, com as principais notícias diárias recebidas pelo WhatsApp, em tempo real. (CLIQUE AQUI)

NINGUÉM DIRIGE NOSSA OPINIÃO !

Por isso mesmo, o nosso portal luta para ser verdadeiro, sério e imparcial.

– Fornecemos um jornalismo isento que ajude cada um de nossos leitores a entender melhor os fatos e tomar decisões que desafiam, unem e inspiram mudanças, mesmo em tempos de crises, debates e polêmicas.

– Nosso trabalho também depende de nossos leitores, e por isso pedimos apoio financeiro para continuar nessa missão.

– Sua ajuda financeira, nos mantém independentes e fortes, isso significa que podemos manter nossas reportagens com qualidade, conteúdo e veracidade.

– Nosso perfil, opinativo, investigativo e interrogativo tem o papel de desmascarar, desembaraçar e mostrar as inverdades contidas em esquemas criminosos, na sua maioria por trás de grupos poderosos, que as vezes, são acobertados pela própria imprensa, que em alguns casos, se encontram aparelhadas e financiadas por interesses ideológicos, político e financeiros.

“O Jornalismo Verdade”, que você pode confiar, também depende de você!

– Apoie essa causa, doando qualquer valor. DOAR AO MATO.GROSSO.AO.VIVO

DIRETO DA REDAÇÃO

Nossa equipe de profissionais atualiza diariamente um resumo das principais notícias de Alta Floresta, do Mato Grosso, do Brasil e do mundo, para manter nosso leitores sempre bem informados.

Adicionar comentário

Click here to post a comment

SINTONIZE SUA RÁDIO

SAÚDE E BEM ESTAR

WHATS 24 HORAS – CLIQUE AQUI

PUBLICIDADES & PARCERIAS

Mato Grosso Ao Vivo no Google News

FAÇA PARTE

CLIMA MONITORADO AO VIVO

COTAÇÃO DO DÓLAR & EURO

APOIAMOS ESTA CAUSA:

AGRONEGÓCIO | INDICADORES

Facebook